A empresa do "caso Nicol" no Porto faz segurança à Casa Pia e EDP

Empresa de segurança 2045 continuava sem esclarecer nesta sexta-feira se o fiscal que se vê num vídeo com os joelhos em cima de uma jovem ainda está ao serviço. Com 3000 funcionários, tem uma carteira vasta de clientes

Fundada em 1990 pelo “Capitão de Abril” e comando Jaime Neves (*) e pelo comando Sousa Gonçalves, a 2045 tem três mil funcionários e várias grandes empresas como clientes, segundo se lê no seu site: a EDP, o ISCTE, a Casa Pia, o IEFP, a ANA, o Continente, a Sonae Sierra (proprietária do PÚBLICO), o Sporting Club de Portugal, os Transportes de Lisboa, o Metro do Porto, a Direcção Geral dos Serviços Prisionais e o Instituto de Segurança Social, entre outras mencionadas. O Estado Maior-General das Forças Armadas pagou-lhe, em Maio de 2013, 53.574,33 euros (foi substituída em 2016 por outra empresa), de acordo uma investigação do PÚBLICO.


(*) Jaime Neves não foi um "capitão de Abril", chamar-lhe "capitão de Abril é um insulto aos verdadeiros "capitães de Abril".

Mensagens populares