O fim do "Ocidente"

Presidente norte-americano disse aos seus homólogos das sete economias industrializadas (G7), que a NATO era "tão má quanto o NAFTA", o acordo de comércio livre entre EUA, Canadá e México que quer renegociar.

Contra as expectativas, Merkel conseguiu manter a Europa unida, quando foi preciso enfrentar a Rússia. Putin subestimou-a. Trump revela-se uma arma muito mais poderosa. Como escreve o New York Times em editorial, o Presidente “afasta os aliados, cancela acordos, ignora tratados de comércio, elogia os déspotas e aplaude os demagogos populistas”. 

Mensagens populares