Jovem é condenada à morte por esfaquear o marido que a violou

Uma jovem de 19 anos foi sentenciada à pena de morte por esfaquear fatalmente um homem – com quem tinha sido forçada a casar-se –, que alegadamente a violou, em Omdurman, Sudão.
...
Noura Hussein, foi forçada a casar-se com o marido, que seria seu primo, quando tinha 16 anos. A primeira parte da cerimónia de casamento envolveu a assinatura de um contrato entre o pai da jovem e o marido. De seguida, Hussein terá sido forçada a ir viver com o homem após concluir o ensino secundário
...
Na altura, fugiu e refugiou-se em casa de uma tia durante três anos. Porém, terá sido enganada pelo seu próprio pai que a convenceu a regressar a casa e depois a entregou novamente ao seu marido abusivo.

Depois de a jovem se ter recusado a consumar o casamento e a ter relações sexuais, o marido, com a ajuda de alguns familiares que a seguravam, terá violado Hussein. "O seu irmão e dois primos tentaram convencê-la e, quando ela se recusou, foi esbofeteada e mandada para o quarto. Um segurava o seu peito e a sua cabeça, e os outros seguravam as suas pernas", disse à CNN o advogado Adil Mohamed Al-Imam. No dia seguinte, o marido terá tentado novamente violá-la, pelo que Hussein recorreu a uma faca para se defender, tendo esfaqueado o marido até à morte. A jovem terá recorrido aos pais em busca de ajuda, mas eles entregaram-na à polícia.

Mensagens populares