Controlar o investimento chinês *

Os deputados europeus da comissão do Comércio Internacional aprovaram hoje um texto para reforçar uma proposta da Comissão que pretende criar um “quadro” europeu para controlar o investimento estrangeiro, designadamente chinês, na União Europeia (UE).

* que é um investimento com implicações geoestratégicas. Independentemente da existência ou não da UE, os países europeus têm o direito de impôr limites e até de fazer inspeções regulares ás instalações das empresas controladas por países como a China. Investimentos em grande escala num país pequeno podem colocar em risco a segurança de todos os outros e nesse caso o direito à segurança está acima da soberania, que é sempre uma soberania dentro de um contexto mais global.

Mensagens populares