Prevenção da corrupção em Portugal é insatisfatória

Na avaliação global feita em 2014 sobre prevenção da corrupção, o Greco concluiu que existia “insuficiente atenção às questões de integridade, prestação de contas e transparência” em três grupos profissionais - deputados, juízes e procuradores -, alertando também para a necessidade de regular o recebimento de presentes, ofertas de hospitalidade e outros benefícios.

As coisas são como são e não há inocentes. Porém, não podendo ser as ideais, podem ser sempre melhores se aceitarmos a crítica e a denúncia como algo normal e até saudável. Se as coisas "turvas" fossem só e principalmente no "mundo dos vinhos"... Curioso como no "mundo do futebol" não tem havido figurões principais condenados a penas de prisão efectiva. Mesmo em casos de bandidagem violenta e evidente crime organizado.




Portugal é o país da UE em que o fosso salarial de género mais cresceu entre 2011 e 2016

Mensagens populares