Islândia é o primeiro país a tornar ilegal diferença salarial entre géneros

A lei, aprovada por larga maioria em junho, mas que entrou em vigor apenas no princípio deste ano, procura erradicar a diferença de remuneração que existe entre os dois sexos, equivalente a 5,7%, um valor que não é explicado nem pelas horas de trabalho, pela experiência ou pelos níveis de educação, segundo as estatísticas oficiais islandesas.

Comentários

Mensagens populares