Princesa Diana: 20 anos após a morte as polémicas estão ainda mais acesas

Nas conversas que manteve com Settelen, Diana terá falado sobre a paixão pelo seu guarda-costas, Barry Mannakee. “Quando eu tinha 24/25 anos, apaixonei-me perdidamente por alguém que trabalhava neste ambiente. Estava disposta a abandonar tudo isto… a fugir para ir viver com ele”, relata a princesa.
Estas gravações foram transmitidas pela NBC, em 2004, e naquele momento Diana admitiu ter mantido um romance com Mannakee: “Eu parecia uma menininha ao lado dele, desesperada por ouvir algum elogio… Andava sempre a ver se o via. Tinha os meus sentimentos à flor da pele e só estava feliz quando ele estava por perto.” Questionada por Setellen se o seu guarda-costas lhe proporcionou “a intimidade que Carlos lhe negava”, Diana responde prontamente: “Sim”.
No vídeo, a princesa lança a suspeita de assassinato, uma vez que Mannakee morreu num acidente de mota, oito meses depois de ter sido despedido. Foi Carlos que informou Diana da morte do amante, durante uma viagem de limusine em Cannes.

Mensagens populares