O SIRESP e as muitas negociatas criminosas com os privados

O incêndio que deflagrou em Alijó, este domingo, obrigou a algumas evacuações na aldeia de Chã. Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Alijó, Carlos Magalhães, explicou que o incêndio está a "queimar com bastante intensidade". Pior, o SIRESP, o sistema de comunicação usado entre os operacionais, não está a funcionar.
...
A Everjets, que opera os helicópteros ligeiros de combate aos fogos, vai instaurar um inquérito ao acidente com o helicóptero que caiu hoje à tarde no combate a um incêndio em Alijó, distrito de Vila Real.

SIRESP: o contrato assinado em 2006 não obriga o consórcio a usar o método de ligação entre estações que for considerado mais seguro ou resiliente, do mesmo modo que não também não impede o recurso a cabos suspensos por postes, mesmo depois das várias situações de derretimento provocadas pelos incêndios

Nota: o SIRESP falha em todo o lado, não passando de uma negociata lucrativa para as empresas que o integram, própria de Estados terceiro-mundistas, onde vale tudo, uma aberração criminosa porque já custou muitas vidas (como é possível as transmissões de uma rede "altamente especializada", de emergência, serem garantidas por cabos sobre postes, que, obviamente, ardem simultaneamente com a vegetação?!!). E a ministra (já a líder do CDS/PP, durante os anos que foi ministra não deu conta que o SIRESP não funciona devidamente) encomenda um estudo exatamente à mesma sociedade de advogados que redigiu o contrato "pornográfico" que iliba a sociedade SIRESP de responsabilidades?!! Tem sido sempre assim em Portugal, seja quem seja no poder, porque depois há os cargos, que vão sendo partilhados, nas várias "entidades", nomeadamente nos "reguladores", que mais não são que jobs for boys and girls (na oposição ficas com isto, isto e aquilo, que depois passa para nós quando deixarmos o governo...), muit@s d@s quais transitam para as empresas que anteriormente "supervisionaram". É o vale-tudo terceiro-mundista.

Em comparação com o segundo país europeu que mais arde (Espanha) *, estamos escandalosamente piores. Os nossos vizinhos, apenas viram quatro (9% do total de fogos com mais de 100 hectares) a galgar os mil hectares e apenas um (2%) a subir acima dos dois mil hectares.

* que é quantas vezes maior? (ou seja, comparativamente, Portugal está muito pior do que se se tiverem em conta os números sem se considerar a dimensão do território. Ou seja: Portugal é uma indecente aberração.)

Convite sem concurso a uma empresa de um publicitário que trabalha para o PS para fazer uma campanha de prevenção aos incêndios, por €300 mil euros.


No final, sobra um género de pandilha feita de trocas de favorzinhos, almocinhos e pequenas coisinhas que vão minando o interesse público. Nem é preciso corrupção.

[(mais) curiosidades portuguesas-concerteza: inspetora da IGF descoberta nas listas da Swissleaks está a auditar as PPP]

Comentários

Mensagens populares