O Rapto de Ganimedes

Não é estranho em todas as pinturas inspiradas no mito, o "querubim" aparecer sorridente, quando está a ser raptado? Serão os artistas que assim o pintaram inocentes? Estava-se noutros tempos, certo? Não é nada certo, estava-se de facto noutros tempos mas mesmo nesses tempos estava longe de ser considerado "normal" e ainda mais longe do raptado ir placidamente encostado ao raptor. Mas há uma representação, a de Rembrandt, onde o "querubim" aparece a gritar e a urinar-se com terror, uma imagem do que será normal que aconteça, sem com isso ficar diminuído no seu valor estético, muito antes pelo contrário. Representar o "querubim" a ser raptado sorridente e passivo é uma posição do artista, não um facto "real". Não tem nada a ver com estética mas com o autor e com quem se identifica com aquilo. Qualquer autor estúpido e mediocre podia (e pode, mascarado de contemporaneidade, para não ser acusado de "neo-clássico") pintar um "querubim" sorridente a ser raptado e de certeza que vai ter um amplo público a louvar a sua "techne" e a sua "poiesis".

Mas, alto lá! Alguns "especialistas" contemporâneos, muitos deles com grande "peso" académico, acham a pintura de Rembrandt "homofóbica"! Ou seja: para estes "grandes especialistas", representar um jovem aterrorizado e a urinar-se de mêdo (pelo "simples" facto de estar a ser raptado), é "homofóbico" (deduz-se que para  estes "especialistas" e académicos, ele deveria ter sido representado a gostar por estar a ser raptado, tal como todos os outros, segundo os mesmos "especialistas")! Isto sim, é muito, mesmo muito, esclarecedor.

Comentários

Mensagens populares