“Não será pelo Bloco que a direita conseguirá formar governo”

“Do que Portugal precisa é de um plano de urgência que junte forças, de curar as feridas da pobreza, de investimento para emprego, aumentar o salário mínimo e afastar as ameaças às pensões. Precisa da tranquilidade e da certeza de que faremos o nosso melhor contra a chantagem financeira. A dívida deve ser restruturada para que haja saúde pública, escola de qualidade e estabilidade nas pensões”, afirmou Catarina Martins.

Comentários

Mensagens populares