Liberdade Já!

Numa frente comum, mais de 20 músicos, actores, artistas plásticos, produtores culturais, activistas ou jornalistas, advogados, intelectuais dão a cara pela liberdade dos activistas, contra os quais não foram apresentadas provas de actos de rebelião, de que são acusados pelo Governo angolano de José Eduardo dos Santos.

Comentários

Mensagens populares