É curiosa (*) a ferocidade que o "aparelho" dedica a Henrique Neto

que foi um dos primeiros a denunciar os negócios mafiosos do "engenheiro" do diploma domingueiro, o agora célebre preso número 44.


(*) ainda que sem surpreender...

Comentários

Mensagens populares