Tudo o que não seja a habitual e costumeira corrupção e Máfia de Estado, para o sujeito, que no lugar chegou a PR (*), é "populismo"

Presidente faz defesa dos partidos tradicionais contra populismo


Cavaco enganava a UNL, o que comprovo como Prof. Catedrático da UNL. Na altura era bem conhecido na UNL o processo disciplinar a Cavaco, que faltava às aulas na Economia porque em acumulação com a U. Católica, apesar de estar em dedicação exclusiva na UNL. Instruído o processo disciplinar pelo reitor Alfredo de Sousa, foi o mesmo encaminhado para o Ministério da Educação. Era ministro da Educação João de Deus Pinheiro. O processo disciplinar, que conduziria provavelmente ao seu despedimento desapareceu, pois entretanto Cavaco foi nomeado Primeiro-Ministro, e Deus Pinheiro nomeado seu Ministro dos Negócios Estrangeiros. Quando da campanha eleitoral de Cavaco disse isto mesmo nos Comentários do Público. O meu comentário foi lesta e várias vezes retirado pelos censores à coca.

(*) e queixava-se o sujeito Cavaco, que no lugar chegou a PR, de não conseguir viver com a sua reforma de prof. catedrático...

Comentários

Mensagens populares