Da religião da "paz"

Um líder da Al-Qaeda na Península Arábica (AQPA), que junta as células da Arábia Saudita e do Iémen, felicitou o ataque terrorista à redacção do Charlie Hebdo e ameaçou França com novos atentados. Num vídeo de 5 minutos e 37 segundos, divulgado, sexta-feira, pelo SITE, empresa que monitoriza os movimentos jihadistas, Harath Al Nazari não reivindica directamente a autoria do ataque. Nas últimas horas, um responsável da AQPA não identificado veio reclamar a autoria do atentado, uma “vingança em honra” do profeta Maomé, como afirmou à AP.

Comentários

Mensagens populares