O suposto engenheiro não licenciado

A licenciatura de José Sócrates, concluída a um domingo na Universidade Independente (UnI), foi ontem abordada pelas juízas e procuradora do Ministério Público no julgamento sobre irregularidades na instituição. A frequência de Armando Vara na UnI também foi colocada em causa.

Sobre José Sócrates, a testemunha Jorge Neto, advogado da SIDES – detentora da UnI – e professor de Direito na universidade, contou que "várias pessoas" garantiram que o antigo primeiro-ministro "era um dos licenciados da UnI."
Questionado pelo MP sobre quem eram as pessoas, referiu dois arguidos no caso: o ex-vice-reitor Rui Verde e o ex-reitor Luiz Arouca. Isto levou a que Rui Verde pedisse para intervir, negando que José Sócrates tenha cumprido os requisitos legais para a licenciatura.

Comentários

Mensagens populares