Peshmergas: "aqueles que enfrentam a morte"

Briyar Kamal, de 24 anos, é um estudante curdo que decidiu passar as férias de verão a lutar ao lado dos peshmergas contra os jihadistas do Estado Islâmico (EI). Para este aluno de Economia da Universidade de Souleimaniyeh, no Norte do Iraque, a justificação é simples: "Se a nação precisa de mim aqui, eu continuarei a lutar; quando a situação melhorar, retomarei os estudos."

Falar em "religião da paz", sobre o islão, etrá algum sentido? ["In the Koran it is not allowed for you to feel sorry for non-Muslims."]

Comentários

Mensagens populares