Cantlie

Esta não foi a primeira vez que o jornalista foi capturado pelos jihadistas do EI. De acordo com a imprensa internacional, John Cantlie já teria sido sequestrado em julho de 2012 na Síria, sendo ameaçado e torturado pelos seus raptores. A única oportunidade de fuga que teria, juntamente com um colega, seria agarrada: apesar de terem sido alvejados, conseguiriam escapar com a ajuda do exército sírio.
Ainda assim, esses acontecimentos não afastaram a Síria da sua vida. Pouco depois de voltar ao Reino Unido, terá revelado a sua vontade de voltar ao país como jornalista. "É isto que eu faço", terá realçado na altura. Assim, em novembro de 2012 voltaria ao país, onde seria novamente raptado, alegadamente em conjunto com James Foley, o primeiro jornalista cuja execução foi divulgada pelo EI.

Mensagens populares