VENEZUELA: mais de 200 estudantes detidos e centenas de famílias divididas e destroçadas

Lilian Tintori afirma que, "já morreram 4.680 pessoas devido à violência, que é um número assustador e inacreditável que tenha ocorrido", adiantando que a repressão está a aumentar no país. "A Venezuela está a ser atacada e não há justiça nem lei. No meu país são violados constantemente os direitos humanos e o meu marido está preso por ser um líder nacional e pedir a mudança de regime. Mais de 200 estudantes foram detidos e centenas de famílias foram divididas e destroçadas só por quererem um país melhor".

E para Lilian Tintori a repressão na Venezuela tem um nome: "O único culpado da violência é Nicolás Maduro, o comandante de umas Forças Armadas que se comportam de forma violenta contra os seus próprios cidadãos. Se a Guarda Nacional, em vez de atacar quem luta por um país melhor, trabalhasse para garantir a segurança, teríamos uma Venezuela melhor"

Mensagens populares