A UE a desfazer-se *

se o resultado previsto do UKIP nestas eleições europeias impressiona – a verificar-se o primeiro lugar, seria a primeira vez que um partido que não o Trabalhista ou o Conservador consegue o primeiro lugar numas eleições nacionais desde antes da I Guerra Mundial –, os jornais titulam o óbvio: o vencedor real é a indiferença. “Com sorte a participação poderá ser pouco mais de 25%”, diz o Telegraph.

* com gente como o Barroso e o Constâncio, no BCE (que em Portugal, durante 10 anos, nada viu nada ouviu nada sentiu, sobre o BPN, o BCP e o BPP), que só vêem a UE como uma oportunidade de negócios colossais para as grandes empresas e a banca, seria mesmo de esperar outra coisa?

Comentários

Mensagens populares