Da justiça e tal

Quando se despede e se corta nos salários dos funcionários públicos, quando se penhoram salários (mas não os bens e as conta off-shore da gente do BPN), é bom saber-se que há uma justiça sempre pronta a defender a reforma de um Jardim Gonçalves (30 milhões à cabeça mais 175 mil por mês mais guarda costas 24h por dia mais horas mensais de uso de avião privado), assim como "vítimas do sistema" do género do ex-espião. (que foi re-integrado pelo Cúelho, PM, que é quem está na origem da situação)

Comentários

Mensagens populares