A mesma "boa fé" que aplicaram nas negociações com os professores? *

demonstração de um “espírito de boa-fé em todo este processo negocial” por parte do PSD e de abertura do seu partido a “sugestões e contributos” do PS.

* o governo não é "pessoa de bem" (para o bancos é demasiado "pessoa de bem"... "n" generosa...). Houve um (vários...) engano na redação do despacho que mandaram para as escolas (quem o redigiu não sabia que tinham acontecido negociações e acordos refletidos na "ata"...)

Comentários

Mensagens populares