Um dos poucos setores onde se avançou foi na democratização da educação, que o governo quer destruir

A taxa de analfabetismo continua a diminuir — 5,2% da população residente com 10 e mais anos, em 2011; em 1960, 39% das mulheres e 27% dos homens eram analfabetos. E também não pára de aumentar a percentagem de mulheres com ensino superior (16,9% da população com 20 e mais anos, contra apenas 12,4% no sexo masculino).

Mensagens populares