Falsos corruptores passivos *

E que tudo seria mais fácil se o forçado corruptor activo (empreendedor extorquido) pudesse denunciar a situação em troca de imunidade. Mas que isso os decisores (falsos corruptores passivos) não decidem, leia-se, legislam. Porque isso lhes retiraria a capacidade angariadora.

* toda a gente sabe que é assim. É a chamada "mexicanização". Se não paga "vai dentro". Mas não é preciso ir-se tão longe. Numa viagem pela Roménia e Bulgária conheci um dos "tecnocratas" da UE que decidem (decidiam porque já foi há muitos anos) a atribuição das verbas comunitárias para os projectos naqueles países. Ele (que tinha estado em Portugal e conhecia "bué" do lugar, mas em frente que não é disso que tratamos agora) disse-me que a regra naqueles países era 10%. Se não se pagasse 10% (por baixo da mesa) do total do investimento não haveria licenças, não haveria nada. Pensando bem em Portugal é muito pior. Ali sabia-se que eram 10% e que aqueles 10% eram ilegais e eram "por baixo da mesa". Em Portugal fazem-se contratos absolutamente criminosos de valores muito superiores e tudo é legal porque foi tudo bem preparado no Parlamento.

Mensagens populares