Da demo-cracia angolana

Os advogados do jovem detido na vigília pacífica de segunda-feira em Luanda não sabiam, ao princípio da tarde desta quarta-feira, onde ele se encontrava. Emiliano Catumbela foi levado pela polícia há dois dias, quando se encontrava na vigília realizada no Largo da Independência, na capital angolana, e nesta quarta-feira devia ser presente a um procurador, sob acusação de ofensas corporais contra a polícia nessa manifestação pacífica.
...
Depois de a polícia dispersar a vigília, o advogado angolano David Mendes andou de esquadra em esquadra, à procura dos detidos. Momentos antes, testemunhara a presença de “uma centena de agentes da polícia, a cavalo ou com cães, e elementos da polícia antiterror, assistidos por helicópteros”.

Temos em Angola uma democracia condicionada e que assume-se como autoritarismo. Temos um Estado que não cumpre com os pressupostos legais. Não temos um Estado de direito.



Presidente do Parlamento Europeu liga dinheiro angolano a “declínio” de Portugal *


* Portugal já "declinou" há muito... O $$$ angolano que é investido em Portugal é dinheiro sujo, da corrupção de Estado, bem aceite em Portugal porque os políticos portugueses são tão ou mais corruptos que os políticos angolanos. 

Comentários

Mensagens populares