Abaixo de cão

Na Praça Luis de Camões, um punk aparentemente estrangeiro, a falar um "ingrês" horroroso (seria um punk "spanische"?), estava a tentar agredir, numa cena tipo "agarrem-me senão mato-o" (mas ainda lhe escapou uma boa patada sobre o alvo), um sujeito alto e muito magro. Liguei para o 112, que sim, iam mandar o carro da PSP, sim, sim, era para já, o sujeito estava já está sangrar porque o punk lhe tinha conseguido acertar um murro por entre a confusão, informei, que sim, mesmo junto à estátua, que sim, imediatamente. Os punks, vendo-me ligar, começam a ir-se embora, arrastando no entanto a conversa por longos minutos, como quem não acredita na eficácia do meu telefonema... Nesse momento vejo o carro da PSP, levanto o braço, aceno, mas o carro segue para cima. Eu informei claramente que o episódio estava a acontecer junto à estátua no Largo Camões, em Lisboa! O carro devia, pelo menos, dar a volta ao Largo Camões em vez seguir no sentido da Igreja da Misericórdia!

Entretanto, um tuga, com sotaque tipicamente lisboeta, não punk, um sujeitito jovem, baixo, aparentemente "normal", provavelmente desses "normais" que insultaram os professores e agrediram os colegas quando frequentaram o ensino básico, vendo que a PSP seguiu em frente, vai junto do sujeito agredido, passa-lhe uma brutal rasteira e dá-lhe mais dois ou três pontapés. Estamos claramente no domínio abaixo de cão. Não só nem principalmente o punk. Sobretudo o tuga "normal" que derrubou o sujeito para o pontapear no chão, e os tugas que estavam com o tuga "normal", porque os punks, pelos menos, tentaram impedir a agressão (quando foi o tuga os punks afastaram-se, eventualmente pensado "agora é coisa entre os cães tugas"). Os tugas são piores que bichos para com os seus concidadãos, enquanto lambem as botas de qualquer m... de estrangeiro que por aí apareça. A verdade é que todos os passantes viram e ninguém parou. Eu fiz o que pude. A PSP não (a PSP só é muito eficaz dentro das esquadras...). Não foi para isto que o meu tio sacrificou a sua juventude.

Mensagens populares