Em nome da “justiça fiscal” *

Em nome da “justiça fiscal”, Freitas do Amaral sugere uma “tributação especialmente pesada” para quem ganha mais de dez mil euros por mês. “Todos têm de contribuir para pagar a crise, não podem ser só as pessoas da classe média”, considera o antigo governante.

* tapem os ouvidos que aí vem o habitual choradinho dos reformados de "ultra-luxo" e dos "grandes" administradores e consultores tugas (que ás vezes coincidem...), para os quais "justiça fiscal" pode ser qualquer coisa desde que não se lhes vá ao bolso. Eu diria mesmo que na situação em que nos encontramos o limite de 10.000 é demasiado generoso. Digo eu...

Mensagens populares