Tentar não rir *

"Tentem não se rir (muito) quando alguns “especialistas” compararem a RTP com a BBC"

* a Constituição portuguesa está desactualizada: com a internet a televisão é um "media" cada vez mais secundário e é ridículo a constituição obrigar o Estado a "dar condições" para a existência de um serviço público de televisão. Quantas RTP's vale um youtube, que é gratuito, onde muitas editoras decidiram descarregar arquivos históricos, anteriormente inacessíveis ao "grande público"? Quantas RTP's valem os milhares de grandes concertos "live", e em estúdio, recentes, que estão alojados no youtube, ao acesso de qualquer um, e só o youtube está autorizado a permitir a livre visualização sem pagamento de quaisquer direitos?

(o que interessa é privatizar o monstro sem que daí resulte uma nova PPP e/ou um novo sorvedouro de rendas. E acabar definitivamente com a arbitrariedade totalitária da taxa audiovisual, imposta aos que não vêm televisão nem ouvem rádio)

Comentários

Mensagens populares