Francamente */**/***

“Temos necessidade de encontrar os meios que nos permitam expulsar qualquer um da zona euro”, declarou Michael Spindelegger, que é também vice-chanceler, numa entrevista ao jornal Kurier, a publicar na sexta-feira, mas que foi divulgada hoje no site na internet do jornal.
...
Hoje, a chanceler alemã, Angela Merkel, reiterou, no Canadá, que está comprometida em fazer todos os possíveis para salvar o euro e sublinhou que a Europa tem de aprender a utilizar de forma “mais eficiente” o dinheiro dos fundos estruturais. 

A chanceler alemã também defendeu a ideia de “maiores direitos de intervenção” nos países que não cumprem os critérios de estabilidade, porque a Europa tem um problema de credibilidade perante os investidores estrangeiros

* ao fim de 40 anos a enviar biliões para alguns países chega agora à conclusão de que 'a Europa tem de aprender a utilizar de forma “mais eficiente” o dinheiro dos fundos estruturais'. É patético, sem dúvida, mas há que dizer que a culpa do escandaloso desbarato dos fundos estruturais é da Comissão Europeia e dos governos dos países, não da Alemanha. Também é pena que as coisas se reduzam à forma como os investidores estrangeiros vêem a UE e não a questões de princípios éticos, de transparência e de igualdade de oportunidades.

** quem (também) deveria ser expulso da UE é o Reino Unido que foi cioso a proteger Pinochet quando a Espanha o queria julgar pelo assassinato de cidadãos espanhóis, mas agora tem outra medida completamente diferente para aplicar ao fundador da Wikileaks. 

*** um apelo para acabarem com o linchamento grego (e outro, meu, para que os gregos ricos paguem os seus impostos...). Há outra via, claro, a da transparência e da ética, que funciona com povos onde a transparência e a ética fazem parte da sua cultura.

Comentários

Mensagens populares