Aleppo

Já vêm de longe os massacres em Aleppo. E a história volta a repetir-se na batalha dos 6.000 armados de "caçadeiras" contra os 20.000 armados com tanques, aviões e helicópetros. Mas há que dizer que a culpa foi dos apoiantes exteriores que não souberam compensar a diferença do número de combatentes com a excelência do equipamento e treino fornecidos. Uma coisa é certa: a revolução Síria não ficará enterrada com os 6.000 idealistas de Aleppo. E quando renascer vai ser devastadora. Biblicamente desvastadora. 

Mensagens populares