Portugal não faliu devido ao "Estado Social"

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) emprestou 75 milhões de euros ao promotor imobiliário Armando Martins, sem que o financiamento tivesse sido submetido previamente à decisão do Conselho de Administração (CA) ou sequer ao Conselho de Crédito (CC) como mandam as regras internas da instituição, revelam documentos a que o PÚBLICO teve acesso. (2004)


! anos e anos de "negociatas de Estado" -  anos e anos de "mais do mesmo" !


2012


(Luís Montez tem, pelo menos, 13 processos de execução pendentes e a sua empresa, Música no Coração, é considerada de “risco comercial elevado” e de “crédito não recomendado”)


Consórcio de Luís Montez compra Pavilhão Atlântico por 21,2 milhões de euros


questão:

quanto custou ao Estado o Pavilhão Atlântico?

Comentários

Mensagens populares