Incrível Índia

Primeiro, deram Santosh como desaparecido, a seguir declararam-no morto e pediram a certidão de óbito, depois realizaram as cerimónias fúnebres e declararam-se herdeiros dos 42 quilómetros quadrados de terra que os pais deixaram ao cozinheiro. Isto foi antes de 2003, ano em que Santosh Kumar Singh foi a casa e soube que estava morto. Foi às autoridades locais apresentar-se. "Disseram-me que por causa das terras estava muito dinheiro em jogo e que o melhor era ir-me embora e viver a minha vida." 

Nove anos de tentativas para recuperar os seus direitos de cidadão esbarraram sempre no mesmo novelo - o das terras e a dos documentos; se não tem documentos, como pode provar que está vivo?
...
Santosh Sing foi recebido num gabinete do Parlamento. Aceitaram-lhe o pedido de candidatura e passaram-lhe um recibo com o seu nome, que é agora o único documento a provar que não é um homem morto. Mas deixaram-lhe um aviso: o processo pode não ser aceite porque está incompleto - falta o documento de identidade do candidato

Comentários

Mensagens populares