Em louvôr da Inglaterra

Só posso louvar a Inglaterra pela sua serenidade face à iminência da independência da Escócia. Onde em Espanha há histerismo, gritaria e mortes (falo da luta pela independência do País Basco ou da vontade de independência da Catalunha), na Inglaterra há debate sereno e um referendum em vias de ser agendado (coisa impensável para os broncos espanhóis e ibéricos em geral).


O mais espantoso é que o nível do debate já ultrapassou a questão da "mera" independência e mesmo o conservador The Times tem conduzido amplos estudos económicos sobre as viabilidade económica da Escócia em caso de independência (que tem sido o próprio The Times, que é evidentemente contra a independência, quem consistentemente tem vindo a demonstrar positivamente). 


O debate sobre a independência da Escócia demonstra que definitivamente a Inglaterra não só está do lado da "civilização" como serve de modelo, pelo menos neste particular (mas muito relevante) caso, da própria "civilização". Agora seria interessante se a Inglaterra fizesse o mesmo com as ilhas reivindicadas pela Argentina. E que a Argentina se comprometesse a respeitar o resultado de um eventual referendum, caso os habitantes das Falkland decidam que preferem ser ingleses a ser argentinos.


Nota: eu até compreendo os habitantes das Falkland... Ser Argentino... corrupção... Bah! Até eu se pudesse deixava de ser português... Mas a verdade é que aparentemente ninguém no Reino Unido quer estar unido com os ingleses. A seguir à Escócia será a vez de Wales se separar dos ingleses. Digo eu...

Comentários

Mensagens populares