"Casos isolados" *

O conselheiro para as Comunidades Portuguesas na Bélgica, Pedro Rupio, disse, esta quinta-feira, que o caso do operário abandonado pelos colegas após ter tido um ataque cardíaco numa obra onde trabalhava ilegalmente é "isolado". 
...
Segundo fonte da embaixada portuguesa, o caso chegou aos jornais belgas pelas mãos da companheira do emigrante, que acusa o empreiteiro e o mediador que o contratou, ambos portugueses, de lhe oferecerem 10 mil euros pelo seu silêncio.

A mesma fonte acrescentou que a justiça belga tem já a decorrer um processo-crime por não assistência a pessoa em perigo e ocultação de cadáver e a inspeção do trabalho abriu também um inquérito por trabalho não declarado, infrações à legislação sobre contratação de estrangeiros. jn.pt


* e o caso dos tugas que em Espanha escravizavam outros tugas também eram um "caso isolado"?  


À primeira vista parece que não são lá muito desejados *


O presidente do Conselho Permanente das Comunidades Portuguesas considera que a decisão dos Estados Unidos de obrigar os portugueses que queiram emigrar a deslocarem-se a Paris "é uma forma burocrática de dificultar" a obtenção de visto.


A representação diplomática dos Estados Unidos em Portugal anunciou que a embaixada em Lisboa e o consulado geral em Ponta Delgada (Açores) vão deixar de emitir vistos de imigração para portugueses, passando o processo a ser assegurado pela representação norte-americana em Paris (França). jn.pt


* mas sempre podem pedir ao José que estuda CiencePo - e que é o principal responsável por agora terem de emigrar - para meter uma cunha ao embaixador americano em Paris...

Comentários

Mensagens populares