Claro que são insustentáveis *

Mas o problema não se resume a serem "somente" "insustentáveis", o problema é que as FA's portuguesas são absolutamente inúteis, só servindo para criar "ruído" quando os cortes, que todos sofrem, lhes batem à porta. Por isso penso que se deveria olhar para Noruega e pensar-se, com seriedade e para além do "ruído" criado pelos militares (que ao fazerem "ruído" já estão de alguma maneira a demonstrar que não só são "tecnicamente" dispensáveis como merecem ser dispensados), se Portugal no contexto da UE necessita realmente de Forças Armadas, para além da GNR. Os militares deviam perceber que não podem "falar grosso". Que se deviam manter calados, como a função exige, porque nem "nós" nem a "europa" toleraríamos qualquer tipo de "aventura" militar no território da UE, que evidentemente seria exemplarmente esmagada pelo exército do país da UE que estivesse "mais à mão" (o que seria um grande aborrecimento para todos nós), para que não restassem quaisquer dúvidas para o futuro.


* e já começam a irritar com tanto "ruído".

Mensagens populares